F.

Quem conta: julianacasemiro
Conta mais: amor próprio purifica.

Faz uma década que trabalhei naquele lugar. Meu par era um cara incrível e a gente se deu muito bem desde o primeiro dia. Era risada e parceria sempre. Quando ele me contou que ficou com uma colega nossa, fiquei feliz e triste. Feliz por ele e triste por mim.

Naquele momento, entendi porque os amigos dela me olhavam como se eu fosse um problema e nós nunca conseguimos conversar de verdade. Nem pra dizer que eu torcia pelo casal. Virou um incômodo ir ao trabalho, porque o espaço era aberto e todo mundo se via. Tentei evitá-lo pra que não pensassem besteira, mas não dava muito certo. Ele sentava, literalmente, do meu lado.

Quando saí desse lugar, fiz de tudo para nosso contato reduzir e parei, até, de dar parabéns no aniversário dele. Mas ele nunca mudou comigo e seguiu com a índole especial que só ele tem. A gente nunca mais se viu, mas o Instagram nos reuniu e acompanhei aquela ficada virar casamento e o casamento virar um filho lindo!

Este ano, curiosamente no meu aniversário (que cai no Dia da Mulher), ela apareceu no meu inbox compartilhando um vídeo que a Rafa Brites postou sobre julgamentos entre mulheres, que chama “Carta de Desculpas”. Nos primeiros 10 segundos eu já estava chorando. A primeira frase é “Eu queria te pedir desculpas por ter achado, por tanto tempo, que você queria roubar meu namorado”.

Agradeci de coração e disse a verdade – que desculpas não eram necessárias, que ela tinha meu respeito e eu recebia aquilo como um presente de aniversário.

Ela disse que lembrou de mim e, dentre tantas palavras bonitas, meus trechos favoritos foram estes:
– Refleti muito porque algum dia tive ciúmes de você, que nunca me fez absolutamente nada. Penso em te dizer isso há muito tempo, talvez anos. Sinto aliviada em saber que isso passou. Na verdade, esse incômodo era admiração. Feliz aniversário! <3 Obrigada!

Eu não sabia, mas carregava uma tristeza que ficou guardada na gaveta por conta disso. Depois da nossa troca, senti uma liberdade nova e ganhei espaço pra lembrar meus valores, aceitar mais elogios e saber agradecer por eles também. Obrigada, F. Que nós, mulheres, consigamos sempre nos enxergar da melhor forma. <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star