O Senhor e a Mexerica

Quem conta: sumonesi
Conta mais: quando a felicidade chegar, receba.

Estava cansada, era cedo, precisava pegar o carro longe por falta de vaga e seguia num passo apertado. Na calçada tinha um senhor montando uma mesa bem pequena e vendendo frutas. Entre elas, mexerica.

Passei por lá e minha boca encheu de água. Mas, com a mania de sair sem dinheiro, tinha apenas cartão. Comecei a fuçar a bolsa caçando moedas e segui em direção à ele. Ainda buscando troco, perguntei quanto custavam as mexericas:
– R$4,00 a dúzia.
– E só uma?
Eu tinha achado R$0,30 e já estava desanimada. Quando levantei a cabeça, ele, com sorriso no rosto, disse que uma era de graça e eu poderia escolher qualquer fruta.

Ainda insisto para dar as moedas, mas o senhor sorridente insistiu que não e que eu pegasse uma mexerica:
– Pega, filha, uma é de graça.

Saí com o coração alegre. O dia terminou difícil, mas parei à tarde para comer minha mexerica de ouro feliz, feliz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star