A Namorada

Quem conta: anônima
Conta mais: sobre errar e receber o perdão.

Chegou minha Eurotrip! Depois de anos, resolvi viajar sozinha pela primeira vez e fui conhecer uma parte do mundo que sempre sonhei! Em um país resolvi me juntar a um grupo para uma viagem de poucos dias. A turma era de muitos lugares e fui bem acolhida.

No fim do primeiro dia, já éramos uma família. É impressionante como nos envolvemos nas relações tão rápido quando estamos viajando. Curtimos muita coisa juntos, bebemos, conversamos, dançamos. Até que senti que um rapaz começou a se aproximar de mim com frequência, mas eu tinha acabado uma relação difícil antes das férias e não estava afim de problema.

Mas a intensidade de tudo me cegou e comecei a me sentir atraída. Deixei acontecer, até que descobri que ele tinha namorada. Me afastei porque não valia a pena a besteira, mas no mesmo dia ele me roubou um beijo escondido de todos. Já briguei com muitas amigas por isso, mas aconteceu comigo e não teve caminho de volta.

Ele se sentiu culpado e eu também. Tive muito medo de algum amigo dele descobrir e virar motivo de fofoca, o que por sorte não aconteceu. Prometemos manter apenas a amizade entre nós. Ele era muito apaixonado pela namorada e eu não queria me machucar por alguém que veria por poucas horas e talvez nunca mais. Conseguimos terminar a viagem num clima bom com todo mundo.

Alguns dias depois, ele me escreveu pelo Facebook. Respondi como amiga que tinha saudades também. O que não imaginava, era que a namorada dele tinha a senha e viria a sondar tudo. Um amigo dele escreveu pedindo para eu não falar mais nada. Fiquei aos prantos por horas, foi tudo que não quis, mas o castigo sempre vem. Ele me deletou das redes sociais e eu tive que pedir desculpas pelo amigo dele. Foi muito difícil me olhar no espelho de novo.

Os dias seguiram em silêncio e chegou a hora de voltar pra casa. Semanas passaram e recebi um email dele dizendo que conversou com a namorada e estavam bem. Mas meu coração quase pulou do peito quando ele disse que ela queria me escrever.

Logo veio a mensagem e ela disse que suas intenções não eram de me machucar. Só quis deixar às claras que doeu, mas que não via motivos pra que acabasse a nossa amizade, pois sabia que essa era a única vontade. Na longa mensagem, ainda me elogiou e disse coisas bonitas sobre a vida. Eu respondi pedindo desculpas por tudo, como mulher principalmente. Ela aceitou com carinho e me mostrou que quando você abre o coração para as falhas, fica mais fácil perdoar, ser perdoada e perdoar a si mesma.

2 replies to “A Namorada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star