A Memória Diária

Quem conta: brunateixeira
Conta mais: pessoas podem ir, mas o sentimento que fica deve ser bom.

Nossa vida pode mudar num simples momento e sequer damos conta disso. No dia em que o conheci, nada estava marcado e eu estava tentando me reerguer de uma desilusão. Foi aí que ele sentou na mesa.

Nossos amigos fizeram a apresentação, mas nada me chamou a atenção. Depois daquele dia, ele tentou contato. Eu não estava afim. Finalmente, dias depois, nós ficamos. O coração não acelerou, as borboletas no estômago continuaram quietas!

Os meses passaram. Certo dia, deitada no ombro dele, eu perguntei: “E se eu me apaixonar por você?”. O silêncio se fez presente entre nós. Nada foi dito.

O tempo foi passando, tudo foi crescendo. Mas percebemos que juntos não ficávamos bem, separados menos ainda. A faculdade acabou, o nosso relacionamento também e eu decidi voltar para a minha cidade. Ficamos juntos, do nosso jeito, durante 2 anos e meio…

Já tem 2 anos e alguns meses que nos separamos, mas não tem um dia em que eu não lembre dele!

Esses dias senti o cheiro dele pelo ar. Quando essas coisas acontecem, gosto de pensar que é ele mandando um beijo. Têm momentos em que a saudade é maior, outros nem tanto… entretanto, não tem um dia em que eu não desejo a felicidade dele. Porque aprendi que amor é isso, desejar o melhor ao outro. Sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star