Na Lanchonete

Quem conta: gabriela
Conta mais: solidariedade vem de todos.

Estava com a minha mãe e a melhor amiga dela em uma lanchonete famosa e gostosa de uma praia conhecida no Paraná. Estava lotada.

Passou pela frente do lugar um senhor com uma bicicleta, algumas latinhas e uma cadelinha simpática do seu lado. Quando eu olhei pra ele, os olhos dele estavam brilhando e eu sorri – e ele achou que foi a deixa pra soltar o verbo:
– Será que você, a dona de um dos sorrisos mais bonitos que eu já vi na minha vida, teria condição de me deixar provar isso que você está comendo?

Sem reação, olhei pra minha mãe, que chamou a garçonete e pediu um prato pequeno pra viagem. Na mesa atrás da nossa, estava um família com 3 filhos. Por mais solidariedade que exista no mundo, sempre há como se surpreender. Assim que o pai da família escutou minha mãe fazendo o pedido, ele simplesmente gritou:
– Pode trazer um prato grande que eu pago. Concordo com o senhor, o sorriso da guria é de tirar o ar!

2 replies to “Na Lanchonete

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star