O Porteiro

Quem conta: marianacasemirobarioni
Conta mais: das doçuras da rotina que fazem bem.

Saindo atrasada para uma reunião de manhã, dei bom dia ao porteiro, Seu Ronaldo, como todas as manhãs o faço.

Ele me chamou: pensei que fosse algum aviso ou encomenda, como de costume. Ele me estendeu a mão e com um olhar doce, me disse:
– Menina (como sempre me chama), queria me despedir de você, me aposentei e hoje é meu último dia de trabalho, estou indo embora.

Na hora, fiquei feliz por ele, o abracei, desejei boa continuação e tudo de bom. Vi que os olhos dele marejaram, e os meus também. Não somos próximos, tive só uma conversa mais longuinha com ele em anos, não sei nada da vida dele; mas hoje percebi que seus “bom dia” pela manhã, muitas vezes o primeiro que dava/recebia no dia, adocicaram, durante anos, minha rotina.

Saí sorrindo, desejando que os “bom dia” desse senhor de bigode grande deixem mais doce, a partir de hoje, a vida de outras pessoas; mas já senti saudade desse gesto tão simples, sutil e cheio de ternura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star