Rita

Quem conta: amandabueno
Conta mais: nada é por acaso!

Sou do litoral de São Paulo e moro no Paraná há dois anos. Decidi, de última hora, que viajaria pra casa da minha mãe, pois estava precisando de colo. Saí uma hora antes e não consegui nenhum taxista para me levar até a rodoviária, estavam todos ocupados.

No ponto de táxi, conversei com Rita, que me contou um pouquinho da sua vida enquanto também esperava um carro. Contei pouco sobre mim e disse que estava preocupada com o horário, achando que não fosse dar tempo. Ela disse:
– Vou te falar uma coisa, leve isso pra tua vida…
E acalmou meu coração explicando que, se não desse tempo, poderia ser um livramento de Deus. Exatamente como minha mãe sempre diz.

Um táxi chegou em seguida, nos despedimos e agradeci pela companhia. Deu tempo de pegar o ônibus, que também atrasou. Estou em casa. Cheguei bem. Ganhei colinho da mamãe, bolo de chocolate e “bom dia” do meu cachorro. Lamento não ter fotografado Rita. Perdi um registro físico, mas ganhei uma memória gentil. Existem anjos pelo nosso caminho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star