A Conversa pela Metade

Quem conta: julianacasemiro
Conta mais: eu adoro diálogos inteiros ou pela metade.

A conversa já tinha começado quando entrei ontem no metrô:
– …ele me maltratava, daí larguei tudo na Bahia e vim pra São Paulo com meus três filhos.
– Então seu marido não é o pai deles?
– Não, mas são 30 anos juntos. Ele é meu companheiro da vida.

E continuou:
– Eu não queria ninguém, estava machucada. Quando a gente se conheceu e vi que ele era um homem bom, tive que aceitar que ele seria o melhor pai pros meus filhos. Pai e, agora, avô.

Aleatoriamente, pessoas podem mudar a vida e a visão das outras sem sequer saber que estão fazendo algo tão bom. Uma conversa pela metade valeu como uma história inteira! <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star