Londres

Quem conta: julianacasemiro
Conta mais: o melhor destino é onde você está.

Londres, outubro de 2013.
Era ali o fim e o recomeço. Estava na sala de embarque pronta pra voltar ao Brasil e encarar a maior mudança que propus na minha vida até hoje.

Foram 5 semanas na cidade. Eu voei no mesmo dia que me divorciei do “emprego dos sonhos”. Acontece que nem toda história é pra sempre e eu precisei fazer aquilo por mim. A opção de viajar foi pra respirar novos e velhos ares. O lugar escolhido é de uma conexão de outra vida e onde me permiti fazer parte de histórias fascinantes – inclusive, muitas das que inspiraram o temporarypeople.

Mas não foram dias tão lindos quanto as fotos do Instagram. Todo dia era lindo, mas eu precisava resgatar em mim a vontade de ver aquela beleza toda. Eu amo as cores da cidade e o movimento, mas cheguei lá e era tudo branco e preto, num ritmo diferente.

Me acomodei onde me sinto em casa e demorou 2 semanas até que eu finalmente me sentisse ali. E poder estar no lugar que você quer, na hora que você mais precisa, é algo a ser celebrado. Daquele dia em diante, guardei o luto na gaveta, ao lado da caixinha de medos e inseguranças, e fui viver.

Lembro de ter recuperado aquela dor nos joelhos que eu não tinha há tempos – sinal que eu estava andando demais. Ótimo! É sempre na caminhada que eu converso comigo. A timidez eu escondia no bolso pra me permitir entrar em portas novas que foram grandes janelas pra alma.

Já pensou o que é ter todo o tempo do mundo pra decifrar cada ponto do lugar que você mais gosta? Chegar no ponto de ônibus e pegar qualquer um que passar pra conhecer uma esquina nova? Parar o seu dia pra sentar num café que você nunca tem tempo, mas morre de vontade de conhecer, e finalmente curtir uma horinha ali sem culpa? Sim, eu matei a culpa. Sem dó.

Foi mais uma etapa de lágrimas que somavam às águas do rio Tâmisa. Tem que eliminar o que está sobrando. Emoção também. Ô cidade pra ter por do sol bonito! Da solidão entre eu e ela (a cidade), me permiti celebrar as relações também. Revi pessoas, conheci outras, desisti de algumas. Não foi por mal, mas não estava bem.

E, quem diria, depois de viver tantas horas dedicada a mim e ao que poderia acontecer ao meu redor, foram nos últimos minutos que surgiu uma das melhores memórias que carrego. Eu previa que isso iria acontecer, então escolhi um cadeira bem escondida na sala de embarque. Não gosto que me vejam chorando, mas o que eu sentia era tão forte que eu desabei.

Deixando um recado no telefone pra uma amiga, me vi aos prantos. Desesperada e grata. Triste e ansiosa. Morta e viva. Ali eu deixei muita coisa e dali eu levaria muitas mais. E eu chorei por isso. E ela me estendeu a mão. Era uma caixinha de lenços. Peguei um e, com o olhar que respingava, agradeci, porque não conseguia falar.

Ela me olhou com carinho e fez o sinal com a mão pra eu ficar com a caixa. Eu realmente precisava daquilo. Do gesto.

Terminei a ligação e devolvi a caixinha:
– Você tem certeza?
– Tenho, sim. Acho que chorei tudo.
– Contanto que você esteja bem…
– Tinham lágrimas de felicidade também.
– Isso é bom. Espero que você se sinta melhor!
– Obrigada, essa cidade me faz sentir tanta coisa que ir embora é sempre assim.
– Eu sei o que você quer dizer.

Minutos depois, chegou minha hora de embarcar. Agradeci novamente e desejei boa viagem.

É muito difícil assumir isso, mas, pra muitos recomeços, até as melhores histórias precisam acabar. O passado é lindo, mas não cabia mais na mala. E eu sei que eu chorei porque eu entendi que era meu último encontro com a cidade. Eu e ela, do jeito que só eu sei como é. É óbvio que vou voltar muitas vezes, mas agora é diferente. Agora eu escolhi um novo destino pra mim.

2 replies to “Londres

  1. Ahhhhhhhhh, Ju!! Fiquei emocionada….historia linda, viu!?
    E que venham muitos recomeços…porque a cada dia, somos diferentes…e que seja assim!
    Beijo grande prá você!!
    #gratidaosempre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star