No Corredor

Quem conta: vitorpig
Conta mais: minutos bem gastos sempre valem a pena

Estava no mercado meio atrasado. Fui passar em um corredor e uma senhorinha ia entrar no mesmo. Os dois pararam para o outro passar e ela disse, brincando:
– Faça-me um favor, né!
Como se não fosse minha obrigação deixá-la passar primeiro (mas, pra mim, era)!

Eu dei uma risada pedindo que ela passasse, ficamos alguns minutos naquele impasse e eu nem liguei pro tempo. No fim, ela acabou passando na frente, parou na primeira prateleira e eu continuei atrás dela. Ela olhou pra mim com um sorriso no rosto, me deu um tapa nas costas e disse:
– Moleque, vai ficar me seguindo agora? Vai viver sua vida e para de encher meu saco!

Os dois começaram a rir, dei um abraço nela e fui embora. Gostaria de algum dia reencontrar essa senhora com a mesma pureza no sorriso e no olhar que, até hoje, só encontrei em crianças e em velhinhos. Parece que os que mais vivem e os que menos vivem são os que têm mais a ensinar.

2 replies to “No Corredor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star