O Orgulho

Quem conta: natháliacouto
Conta mais: meu dia não podia ter terminado melhor.

Estava muito cansada, acordei cedo, moro no Rio e estudo em Niterói. Na volta pra casa, já de noite, deixei passar três ônibus lotados pra poder ir sentada, pois estava super cansada.

Até que depois de um tempo chegou um mais vazio, então eu entrei e me sentei. Dez minutos depois, entrou uma senhora bem idosa. O ônibus estava lotado e os lugares preferenciais ocupados (diga-se de passagem, por pessoas que não tinham preferência). Esperei 2 minutos para que essas pessoas se manifestassem (o que acho mais que suficiente) e nada.

Eu levantei e cedi meu lugar. Ela e sua filha ficaram muito agradecidas, já que a senhora tinha acabado de voltar do hospital (inclusive, a pulseirinha do hospital ainda estava no pulso). Elas contaram que ela tinha feito vários exames e ainda estava fraca.

Eu, que nem sabia disso, fiquei ainda mais feliz em poder ter ajudado. Me orgulho dessa história ser minha e de poder compartilhar, poder mostrar pras pessoas que fazer o bem é muito simples e que esses atos poderiam ser mais comuns. No fim, ganhei umas câimbras, mas valeram a pena só de saber que fiz um bem pra alguém. : )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star