A Corrente do Bem

Quem conta: danielamarinelli
Conta mais: minha cachorra tinha sumido e eu só queria encontrá-la.

A minha história começa com a fuga da minha Lola, minha pastor alemão ainda adolescente, meu xodó. Que sentimentos horríveis invadiram meu coração! Pensava: Será que ela está bem? Será que foi atropelada? Caiu num buraco? Perdeu-se na mata?
Que dor não saber dela!

No meio do desespero surgiu a idéia: eu precisava postar em redes sociais, todos precisavam saber. Fiz um escândalo, contei aos quatro ventos a trágica notícia. Em minutos a coisa se espalhou. Dezenas de pessoas se mobilizavam pela Lola, avisando outras pessoas, espalhando a notícia. Formou-se uma linda corrente de ajuda.

Eram desconhecidos que traziam palavras de consolo, que simplesmente deixavam suas ocupações sei lá quais, para procurar uma cadela que: um, não era deles; dois, a dona eles nunca tinham visto na vida; três, provavelmente nunca iam ver; e quatro, sem esperar nada em troca.

Nas caminhadas batendo de porta em porta, distribuindo panfletos, as pessoas abriam seus portões para uma estranha, e faziam isso de coração aberto, diziam palavras recheadas de pesar, amor, incentivo. Minha busca recebeu bênção dos mais variados deuses.
Que alívio estas pessoas traziam a minha angústia!

Dois dias depois um garoto me telefonou. Disse que havia visto um panfleto e que achava que estava com a Lola. Meu deus, meu coração parou!
Nos encontramos para que eu visse a cachorra e, afinal, era minha Lolinha, era ela!!!! O que parecia impossível, aconteceu: ela estava lá na minha frente de novo e aquele garoto havia protegido e cuidado dela para mim.

A angústia e a tristeza foram substituídas por um sentimento muito bom, uma vontade de abraçar todos que se envolveram na busca.

Acho que é gratidão isso que eu sinto. É tipo um amor, mas diferente. Sinto pelo garoto, por todos que consolaram meu coração, que não deixaram a esperança morrer, por aqueles que se envolveram na busca e que ajudaram a trazer minha gorda de volta.

Formamos uma corrente do bem que nunca vou esquecer!

2 replies to “A Corrente do Bem

  1. Ohhh, danielamarinelli!
    Que história mais emocionante!! Achei linda a sua definição de gratidão: “é tipo um amor, mas diferente!” Mas, que também faz bem para o coração! Lindo isso!!
    Beijo prá você e sua Lola! <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star