O Médico

Quem conta: anônimo
Conta mais: a cura do meu problema não foi um remédio.

Minha história começou com uma semana difícil. Estava doente, havia passado mal a semana toda, ido em vários médicos e nada de melhorar.

Estava irritada já, não via a hora de melhorar. Decidi ir em outro médico, rezando para ele não falar que eu era louca, ou algo do tipo (pois era exatamente assim que eu me sentia, depois de tentar de tudo pra sarar). Não demorou muito para o doutor me chamar. Entrei em seu consultório um pouco tímida, branca feito folha e ele sorriu – na hora, começou a melhorar meu dia.

Ele fez as perguntas de praxe, pediu alguns exames e começamos a conversar. Nada demais. Alguns minutos depois, saí do consultório sorrindo! A alegria daquele médico que precisava atender os pacientes em menos de 10 minutos me contagiou. Eu comecei a me sentir melhor ali mesmo.

Voltei lá alguns dias depois com os exames e, ufa, nada de errado, devia ser só stress mesmo.
O médico me atendeu novamente com um sorriso que continuava a contagiar, conversando sobre vários assuntos.
O seu sorriso me ajudou muito e ele nem faz idéia disso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star