Na Tempestade

Quem conta: stephanivaz
Conta mais: depois da chuva veio… ele!

Eu morava na Nova Zelândia e tinha passado a noite em um hostel, em Auckland. No dia seguinte eu partiria sozinha para uma viagem de 3 meses pela Ásia.

A caminho da avenida onde pegaria o ônibus pro aeroporto, carregando uma mala enorme, começou a cair uma grande tempestade, daquelas que chegam a alagar a cidade. Finalmente cheguei no ponto de ônibus, minhas roupas estavam tão encharcadas que davam pra torcer – além da minha mala, meu tênis, tudo.

Entrei no ônibus e tive uma grande surpresa com a primeira frase do senhorzinho motorista ao me avistar naquela situação! Ele disse:
– Você é linda! Uma moça linda como você não vai pagar a passagem!

Dei risada e fiquei sem entender. Achei que fosse só uma brincadeira. Ao me aproximar para pagar o ticket, ele insistiu que pelo menos o ticket de retorno ele não me deixaria pagar. E continuou elogiando a cor da minha pele (morena como a maioria das brasileiras), meu cabelo e meu sorriso. Pegou o dinheiro e me deu uma segunda passagem, que seria o meu ticket quando retornasse à Auckland.

Achei demais e só comprovou, mais uma vez, como as pessoas desse país são espirituosas, simpáticas e gostam de fazer o bem ao próximo. A intenção dele foi simplesmente amenizar aquela confusão toda que passei por causa da tempestade que levei na cabeça.

Nunca me esqueci dele, que me fez sorrir! <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star