No Mar

Quem conta: talitamonsores
Conta mais: eu achei que estava sozinha na praia.

Fui passar férias de verão na casa de minha mãe no litoral capixaba. Uma das coisas que sempre gostei foi de ver o por do sol na praia. Durante quinze dias foi exatamente o que eu fiz.

No último dia da minha estadia a praia estava deserta, os turistas já haviam ido embora e, quando passeava pela areia, avistei uma pessoa sentada há quase um quilômetro de distância. De repente, ela se levantou e foi caminhando em direção ao mar, adentrando as águas lentamente. Quando cheguei mais perto, vi que era uma jovem muito bonita chorando uma dor muito triste. Fui em sua direção e perguntei se ela precisava de ajuda.

Ela parou, ajoelhou na areia e disse que já tinha tido todas as oportunidades da vida, mas que não havia aproveitado e não lhe restava mais nada.

Eu fiquei inicialmente em estado de choque ao perceber o que estava prestes a acontecer. Não sei de onde veio, mas a única coisa que eu consegui dizer a ela foi que tentasse se acalmar, que nunca estamos sós e que a cada por do sol as oportunidades cessam, mas que no amanhecer elas se renovam. E segurei a mão dela por algum tempo.

Depois de alguns minutos caladas, ela me disse algo que nunca vou esquecer:
– Você nem me conhece, mas conseguiu fazer um carinho na minha alma!

5 replies to “No Mar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
close-alt close collapse comment ellipsis expand gallery heart lock menu next pinned previous reply search share star